A Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (Semplan), por determinação do Prefeito Dr. Pessoa, se reuniu nesta quinta-feira (26), com diretores da Companhia do Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf), para tratar do projeto de integração das bacias do rio Poti e Parnaíba.

O secretário de planejamento João Henrique, conduziu o encontro, acompanhado de outros representantes técnicos de engenharia do município e o consultor em engenharia Norbelino Lira. A interligação das bacias vai possibilitar um melhor abastecimento d’água na zona rural da capital, fazendo com que a produção agrícola se desenvolva.

Fotos: Ascom Semplan

Da Codevasp, participaram o diretor de Área de Revitalização das Bacias Hidrográficas, Rodrigo Sampaio, além de gestores das áreas ambiental e territorial da Companhia. Segundo o secretário de planejamento de Teresina, João Henrique Sousa, houve uma sinalização muito positiva para o andamento do projeto.

“O Dr. Pessoa conduziu esta tratativa de forma muito acertada no encontro de ontem com o Diretor da Companhia, que resultou nesta explanação detalhada de hoje que estivemos. Houve um retorno positivo para novas reuniões nas próximas duas semanas e iremos prosseguir com esse projeto para Teresina e para o desenvolvimento da zona rural da nossa capital. Foi muito bem aceito este projeto”, explicou João.

Ainda ontem (25), houve um encontro do prefeito Dr. Pessoa com o Diretor Presidente da Codevasf, Marcelo Andrade, e iniciou-se a explanação desta pauta. “Nós queremos aproveitar a água do rio para usar na agricultura. Sem dúvidas isso vai alavancar a nossa produção rural, pois grande parte dos alimentos agrícolas hoje temos que importar de outros Estados, com essa melhora no abastecimento isso não será necessário pois teremos água em abundância para a produção”, declarou o prefeito.

Durante esta semana, o Prefeito Dr. Pessoa e a equipe de Planejamento municipal estiveram em Brasília para deliberar essa e outras pautas para o desenvolvimento de Teresina.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).