PMT apresenta metodologia de elaboração do planejamento estratégico para pastas municipais. Foto : Rômulo Piauilino.

A Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Executiva de Planejamento e Gestão (Seplag), vinculada a Secretaria Municipal de Planejamento (Semplan), por determinação do prefeito Dr. Pessoa, apresentou ao secretariado e corpo técnico executivo das pastas municipais a metodologia de elaboração do planejamento estratégico para as devidas adequações à Instrução Normativa 01/2022, de 31 de março de 2022, do Tribunal de Contas do Estado (TCE), disciplina a composição do Relatório de Gestão Consolidado e dá outras providências.

O encontro contou com a presença do Prefeito Dr Pessoa e ocorreu no auditório Centro de Formação Professor Odilon Nunes, zona Norte de Teresina. A reunião foi conduzida pela equipe de planejamento estratégico e gestão. “Este encontro é muito importante para a gestão do prefeito Dr. Pessoa para que possamos ter diretrizes orçamentárias bem elaboradas para o cumprimento de necessidades do município. É um momento de apararmos arestas da formulação do planejamento e do orçamento. Assim, temos uma aproximação de quem faz o orçamento para quem executa. Temos certeza que teremos resultados positivos e que refletirão de forma positiva na gestão do Dr Pessoa”, explanou André Lopes, Secretário de Governo.

A apresentação das inscrições normativas emitidas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) foi realizada pela secretária executiva de planejamento e gestão, Karita Allen. “Estamos discutindo demandas externas, principalmente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que emitiu no final do mês de março uma instrução normativa que leva a Prefeitura, de um ponto de vista administrativo, a se adequar a essa instrução. Temos que articular algumas ações entre o secretariado a nível de planejamento e gestão. Hoje apresentamos a pauta para todo o secretariado, disponibilizamos uma apresentação sucinta e direcionada para que tenhamos uma adesão de todos na implementação dessas adequações, atendendo aos critérios do TCE”, pontua Kárita.

A prestação de contas dos gestores públicos deve conter elementos e demonstrativos que evidenciem a boa e regular aplicação dos recursos públicos, bem como o resultado das ações empreendidas pelos administradores e responsáveis quanto ao cumprimento dos objetivos estabelecidos para a Unidade Prestadora de Contas (UPC). “O orçamento de 2022 é o primeiro da gestão do prefeito Dr Pessoa e isso nos faz buscar materiais consistentes e que englobam as necessidades do município. Assim, teremos mais desenvolvimento e avanços na cidade. Temos a preocupação e o cuidado de reunirmos os secretários e as equipes financeiras para que os fluxos de execução orçamentária e a produção de relatórios para os órgãos de controle sejam cada vez mais bem produzidos”,  explicou João Henrique Sousa.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).