Lagoas do Norte investe R$ 687 mil em melhoria na estação de bombeamento da avenida Boa Esperança

O Programa Lagoas do Norte iniciou esta semana a obra de melhoria na estação de bombeamento localizada na avenida Boa Esperança. Estimada em R$ 687 mil em recursos do Orçamento Geral da União, a obra prevê uma estruturação mais adequada ao local.

 

Está prevista a complementação do muro, construção de guarda-corpo, instalação de telas para retenção de vegetação no canal, depósito de apoio, prolongamento do canal de dissipação com proteção dos taludes, melhoria dos acessos das caixas de inspeção e casa de manobra das comportas, além de reforço na iluminação.

 

A estação de bombeamento da avenida Boa Esperança tem papel fundamental no sistema de drenagem da região norte. Em todos os períodos chuvosos, as lagoas enchem e a água escorre por gravidade para a Lagoa dos Oleiros, que é a maior de todas e está situada em local mais baixo, próxima dos rios. Quando ela chega em sua capacidade total, a estação de bombeamento é acionada para retirar o excesso de água da lagoa e jogar no rio Parnaíba.

 

A estrutura da estação foi ampliada pelo Lagoas do Norte em 2015, com aumento no número de bombas e estruturação. Agora, a reforma garantirá mais segurança e adequação para o trabalho de monitoramento, que é feito pela SAAD Norte – Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas da zona norte.

 

“A Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação, a qual o Lagoas do Norte é vinculada, conseguiu captar esse recurso junto ao governo federal e agora estamos aplicando na melhoria da estação de bombeamento, um equipamento muito importante no nosso sistema de drenagem. Estamos trabalhando para iniciar em breve também novas obras no entorno da Lagoa dos Oleiros e, assim, devolver a ela sua capacidade de armazenamento”, afirma Bruno Quaresma, diretor-geral do Programa Lagoas do Norte.

Após reforma administrativa, Semplan protocola anexo atualizado de metas e prioridades do PLDO na Câmara

A prefeitura de Teresina apresentou nesta quarta-feira (23), à Câmara Municipal anexo atualizado de metas e prioridades do Projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) para o ano de 2022. O documento anexo foi protocolado e também pautado em audiência com os vereadores também nesta quarta-feira, pela equipe de planejamento e orçamento da Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN).
A primeira versão do PLDO foi entregue dentro dos prazos legais, no dia 14 de abril deste ano. O projeto prevê receita total de R$ 3.7 bilhões em recursos a serem destinados ao desenvolvimento do município e seus eixos estratégicos.

“Nosso objetivo nessa entrega do anexo de metas é cumprir a determinação do prefeito Dr. Pessoa de trabalhar sempre com o diálogo e transparência, após a organização das secretarias e de novas coordenações na Prefeitura de Teresina. A equipe técnica da Secretaria de Planejamento retornou na Câmara para fazer os esclarecimentos necessários desse documento atualizado e foi uma recepção muito positiva”, explicou João Henrique Sousa, Secretário de Planejamento de Teresina.

A explanação foi feita pela Secretária Executiva de Planejamento e Gestão (Seplag), Kárita Allen. “Os ajustes da administração estão neste anexo e, diante do remanejamento de dotações para atender as políticas públicas, realizamos um novo protocolo. Nosso objetivo é sempre trabalhar contribuindo com a gestão do prefeito Dr Pessoa e com a boa administração, com transparência e dentro das determinações de lei”, explica Kárita.

As prioridades gerais da Administração Pública Municipal estão divididas em cinco eixos: Segurança e Saúde, Educação, Economia, Mobilidade e Meio Ambiente e Governo. A área social (Saúde, Educação e Assistência Social) representa a maior parte do orçamento municipal.

O total de recursos previstos no Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO), é de R$ 399.943.00,00, para serem aplicados em investimentos para o município, sem contar com recursos da Câmara Municipal, Secretaria de Educação, Fundação Municipal de Saúde, Emendas Parlamentares e Orçamento Popular.

Na Fundação Municipal de Saúde (FMS), consta no PLDO o valor total de R$ 1.202,4 bilhão, sendo R$ 611,8 milhões de Recursos Ordinários do Tesouro; e R$ 590,6 milhões de outras fontes de recursos vinculados, oriundos do SUS, Convênios de Saúde e Receitas de Prestação dos Serviços Públicos de Saúde.

As metas e programas do Plano da Lei de Diretrizes, compõem cinco anexos estratégicos de políticas públicas, alinhados com o conceito de Cidades Inteligentes. São 38 programas, 224 metas e 21 objetivos. “ As metas são mensuráveis (quantitativas e qualitativas), que indicam a entrega dos serviços à população de Teresina”, conclui Kárita Allen, Secretária Executiva de Planejamento Estratégico e Gestão (Seplag).

ANEXO VII – PTS – PARQUE BRASIL – PLANILHA DE PREÇOS – REEDIÇÃO – ADENDO

Prefeito dará posse a novos Conselheiros do Orçamento Popular em Agosto

 

A posse dos Conselheiros do Orçamento Popular de Teresina referente às zonas sul e leste foi discutida hoje (23), em reunião no salão nobre do Palácio da Cidade.

Na zona sul, tomarão posse 10 conselheiros eleitos pela comunidade e na zona leste outros 10. O prefeito Doutor Pessoa sugeriu que a posse seja realizada no dia 16 de agosto, nas comemorações do aniversário de Teresina. Os futuros conselheiros concordaram com a data, porém as propostas de obras já começam a ser discutidas imediatamente.

O prefeito de Teresina, Doutor Pessoa, ressaltou a importância da participação popular na sua gestão. “Queremos trabalhar juntos para termos resultados mais concretos. Com a participação efetiva da população, poderemos priorizar as obras que realmente são desejo de todos os teresinenses. Estou muito alegre com a harmonia que estamos conseguindo nessas reuniões”, declarou.

O Orçamento Popular da zona sul contará com R$ 5,2 milhões para a execução de obras escolhidas pela comunidade e a zona leste R$ 4,2 milhões .

“Nós vamos discutir as ideias apresentadas e selecionar as que são possíveis de serem executadas. Estou muito feliz com esse momento porque todos estavam ansiosos para ter esse contato com a nova gestão de Teresina e sentir do prefeito Doutor Pessoa essa abertura para diálogo”, acrescentou a coordenadora do Orçamento Popular, Karina Portela.

O secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Edmilson Ferreira, ressaltou a importância de discutir obras com a comunidade. “Essa gestão tem essa marca de escutar a sociedade. O Orçamento Popular existe há 20 anos, mas os novos conselheiros estavam há 1 ano e meio sem tomar posse. Agora vamos dar andamento a isso e fazer obras que foram escolhidas pela população, obras que traduzem a real necessidade do povo”, disse.

O vice-prefeito de Teresina, Robert Rios, sugeriu que os futuros conselheiros também se reúnam com vereadores para impulsionar o crescimento de suas zonas. “Os vereadores precisam estar cientes das necessidades da cidade e eles têm emendas. Vocês precisam marcar uma conversa com os vereadores para que as emendas impositivas também interajam com os interesses das comunidades. Da nossa parte, garantimos que cada centavo do Orçamento Popular será aplicado em obras escolhidas pela população”, afirmou o vice-prefeito.

O secretário de Planejamento, João Henrique Sousa, frisou a transparência na aplicação dos recursos e enfatizou que os conselheiros precisam somar forças aos vereadores. “A Secretaria de Planejamento recepciona a estrutura do orçamento popular para incorporar ao orçamento participativo do município. Temos seguido as recomendações do Prefeito Doutor Pessoa para dialogar com os teresinenses para uma gestão integrada e focada nas necessidades reais da cidade. Nessa transparência, é importante que a comunidade dialogue também com os vereadores da comunidade e que lá também contemple outras demandas dessa região e receba esses benefícios”, explicou João Henrique Sousa, Secretário de Planejamento.

O futuro conselheiro Rainôu Soares, um dos eleitos pela comunidade da zona sul, comemorou a relação da atual gestão com a comunidade. “A nova gestão sabe da importância do Orçamento Popular para a independência da comunidade. É através dessa ponte que a comunidade tem liberdade de diálogo com a Prefeitura de Teresina e estamos muito felizes e satisfeitos com esse encontro”, disse.

O futuro conselheiro Antônio Monteiro, eleito pela comunidade da zona leste, enfatizou que as obras escolhidas são prioridade dentre as demandas atuais. “A gente sabe que a gestão trabalha com prioridades e nós das comunidades também. Nós temos muitas demandas, mas elegemos nossas prioridades, que são as obras mais importantes para a população, e estamos confiantes de que serão executadas. No que a nova gestão precisar, pode contar com a gente. Estamos à disposição”, declarou Antônio Monteiro.

Também participaram das reuniões os superintendentes da SAADs Leste e Sul, James Guerra e Alípio Paiva, o líder da prefeitura na Câmara, vereador Renato Berger e o secretário de Governo, André Lopes, além de vários dos conselheiros eleitos.

“É sempre uma satisfação pautar o orçamento popular, onde tive a oportunidade de coordenar no período de 2019, bem como tornar lei o que antes era informal. Nos reunimos hoje para tratar da data da nomeação dos dez conselheiros que representam toda a zona sul de Teresina, onde temos cerca de 2mil obras encaminhadas por esses conselheiros. Os moradores da zona sul, representados pelos seus conselheiros, vão efetivamente dizer o que eles precisam. Essa é uma gestão integrada com o povo, e o prefeito De Pessoa irá melhorar a qualidade de vida de Teresina em especial da Zona Sul” Superintendente da SAAD Sul – Alípio Paiva.

SAAD Norte e Semplan alinham ações para execução de obras em Teresina

A superintendente Ana Paula Santana, das Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD Norte), se reuniu na manhã desta segunda-feira (21), na sede do órgão, com o secretário de Planejamento de Teresina, João Henrique Sousa.

Na oportunidade, foram alinhados projetos e ações entre a SAAD Norte e a Semplan. O encontro contou com a presença das engenheiras Patrícia Santos e Araci Parente, além da superintendente executiva da SAAD Norte, Luana Barradas.

De acordo com Ana Paula Santana, a reunião foi importante para esclarecer a forma como a Semplan tem atuado em busca de destravar e garantir recursos para a execução de projetos e obras estruturantes nos bairros da zona Norte.

“Sempre muito importante dialogar com o secretário João Henrique Sousa, experiente, conhece todos os trâmites e tem uma sensibilidade muito grande no sentido de entender as demandas da SAAD e buscar viabilizar as soluções. Tratamos sobre demandas urgentes, como a conclusão da galeria do Mocambinho, a conclusão da obra da Ponte da UFPI, a implantação de pavimentação em diversos bairros, além da restruturação do Mercado Público do Buenos Aires”, destacou a superintendente.

“Temos tido um empenho muito grande, ouvido as comunidades, levantado as demandas e, precisamos cada vez mais desse apoio da Semplan. A Semplan é quem pode contribuir diretamente para que tenhamos esses recursos garantidos e possamos realizar as intervenções que as comunidades reivindicam”, completou.

Entre as obras e projetos da jurisdição da SAAD Norte, estão: Construção da Ponte da UFPI – Água Mineral, com valor total de mais de R$ 31 milhões; drenagem no bairro Itaperu; pavimentação asfáltica em diversas áreas e implantação de praças e academias.

“Esses encontros de alinhamento são essenciais para o bom funcionamento da gestão pública. Nosso prefeito Dr. Pessoa tem nos conduzido para sempre buscar o diálogo e a proximidade com as demais pastas para que o município possa se desenvolver. Entre as demandas de rotina da SAAD Norte, muito me interessou a questão da revitalização do mercado do Buenos Aires, um projeto belíssimo e bem construído pela equipe da superintendente Ana Paula. Vamos analisar e conversar com o prefeito para buscar os recursos necessários”, explicou Joao Henrique Sousa, Secretário Municipal de Planejamento.

Lagoas do Norte, SAAD e Semest programam reforma e reestruturação do Polo Cerâmico

O Programa Lagoas do Norte, a Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas Norte e a Secretaria Municipal de Economia Solidária reuniram-se, nesta segunda-feira (21), para tratar da reforma emergencial e também do projeto de reestruturação do Polo Cerâmico do Poti Velho.

A reunião contou com a presença dos técnicos do PLN, Sebastião Ferraz (arquiteto) e Tarcysio Ferreira (engenheiro), do diretor-geral do programa, Bruno Quaresma, da gerente de Obras da SAAD Norte, Sabrina Martins, e da secretária Gessy Fonseca, da Semest.

A SAAD Norte fará a intervenção emergencial com a finalidade de sanar problemas pontuais como iluminação da parte externa, banheiros, pintura de fachada, drenagem frontal e o campo de futebol que fica localizado atrás do barracão. Essa obra emergencial é uma solicitação da Semest.

Já o projeto de reestruturação contará com investimento do Programa Lagoas do Norte. Com esse projeto, o Polo Cerâmico passará a ter local mais estruturado para a produção das peças, com novos fornos, banheiros para uso público, área de passeio integrada ao dique, estacionamentos, novo barracão e uma área para comercialização de alimentos.

O diretor-geral do Lagoas do Norte, Bruno Quaresma, explica que o programa tem o projeto e a verba para a execução. “Estamos conversando com a SAAD para que possamos executar em parceria. É um projeto muito importante para o Lagoas do Norte porque sabemos da realidade dos ceramistas e artesãos. Eles são um símbolo da zona norte e pretendemos dar todo apoio possível para o desenvolvimento dessa atividade”, afirma.

Foto: Divulgação (Lagoas do Norte)

Prefeitura de Teresina realiza audiência pública virtual para discutir concessão dos serviços de resíduos sólidos

A Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (Semplan), realiza nesta terça-feira (15), a partir das 10 horas, uma audiência pública virtual para a apresentação do Projeto de Exploração e Prestação de Serviços de resíduos sólidos em Teresina. A audiência, que será realizada de forma remota, tem como objetivo discutir as proposições da concessão, alternativas sustentáveis e ambientalmente adequadas para o descarte de resíduos sólidos domiciliares da zona urbana e rural.

A iniciativa da concessão de resíduos sólidos na capital foi discutida na Câmara Municipal como uma importante alternativa para incluir Teresina na Política Nacional de Resíduos Sólidos, que busca dar aos resíduos domésticos, urbanos e rurais coletados um melhor tratamento.

“Temos dialogado com o prefeito Doutor Pessoa e demais envolvidos sobre esse serviço tão importante. O desejo é a modernização do processo de coleta, transbordo, transporte, tratamento e manejo de resíduos sólidos. Precisamos tratar essa temática como saúde pública, além de envolver os cuidados com o meio ambiente e a vida das pessoas que trabalham nesses locais. Vamos modernizar e absorver esses trabalhadores para condições mais dignas”, explica João Henrique Sousa, Secretário Municipal de Planejamento.

A audiência discutirá o transporte, tratamento e destinação final de dois tipos resíduos, os resíduos sólidos domiciliares (RDO) e os resíduos de conservação urbana (RPU), mediante delegação feita por contrato de concessão bem como atividades correlatas. Sobre as questões ambientais, o secretário de Planejamento reforçou que “o sistema proposto enfatizará a utilização de tecnologias mais limpas para a coleta, o transporte, o tratamento e a destinação final dos resíduos, priorizando a coleta seletiva, a reciclagem e a recuperação energética”, disse.

A audiência é organizada no auditório da Secretaria de Finanças (SEMF), pela equipe da Prefeitura de Teresina. O acesso de visitantes será de forma remota, devido às medidas sanitárias relacionadas à pandemia da COVID-19.

A participação é aberta à sociedade civil, empresarial e órgãos de controle. Os interessados podem acessar o seguinte link: https://youtu.be/Da_oHnfxNrM

Direção do Lagoas do Norte se reúne com lideranças do bairro São Joaquim

 

A direção do Programa Lagoas do Norte reuniu-se, nesta quinta-feira (10), com lideranças comunitárias do bairro São Joaquim, zona norte. Durante o bate-papo, os líderes manifestaram ao Bruno Quaresma, diretor-geral, algumas necessidades mais urgentes da população, como iluminação pública e limpeza, além de futuras parcerias para o desenvolvimento de atividades socioculturais e de capacitação, especialmente voltada para os jovens da região.

O encontro foi liderado pelo morador Francisco das Chagas Soares da Cruz, mais conhecido como mestre capoeirista Zudu. Ele desenvolve um trabalho social com crianças e adolescentes da região utilizando a capoeira como instrumento. “Estamos muito satisfeitos com a visita de hoje porque pudemos mostrar à diretoria do programa a nossa realidade atual, o que estamos precisando. Nós tínhamos muitas atividades aqui, mas com a pandemia, foi tudo paralisado”, comentou.

Também estavam presentes Mãe Conceição, Dona Ana, Maria Lúcia Ferreira, Márcio Oliveira e Alberto Júnior, que é coordenador do Centro de Convivência Rita de Cássia, entidade ligada à Funaci (Fundação Padre Dante Civiero) que leva cidadania através do esporte e cultura a crianças e adolescentes de toda cidade.

A comunidade solicitou o reparo na iluminação pública, que foi danificada com o roubo da fiação de energia no final do ano passado. Além disso, pediram que fosse feito contato com a SAAD Norte para a ampliação da limpeza da região do Canal Padre Eduardo, a pintura das grades no entorno do canal e a revitalização dos grafites que embelezam os muros da região.

“Estamos hoje na comunidade a convite do Zudu ouvindo as demandas e estreitando os laços. Esses momentos são de extrema importância porque é assim que conhecemos a realidade desses moradores e poderemos planejar ações com foco no que eles mais necessitam”, finalizou o diretor Bruno Quaresma.

Semplan inicia reuniões virtuais com 47 instituições para elaboração do PPA 2022-2025

Após lançar o site Teresinense Participativo para subsidiar a participação popular na elaboração do Plano Plurianual (PPA) 2022-2025, a Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Planejamento (Semplan), iniciou o cronograma de reuniões virtuais com 47 instituições para receber ainda mais contribuições na construção do PPA.

O objetivo é dialogar com o maior número de representantes de organizações municipais para receber informações suficientes para auxiliar na construção das diretrizes que nortearão a gestão pelos próximos quatro anos. “O PPA é um instrumento de planejamento que guia as ações do município para o desenvolvimento de programas e ações a serem alcançadas ao longo da gestão. É a organização materializada do que a Prefeitura irá realizar, de acordo com as necessidades dos munícipes. Nosso prefeito Dr. Pessoa trabalha para o povo e, por isso, é essencial a participação de todos nessa construção”, explicou João Henrique Sousa, Secretário Municipal de Planejamento.

O Plano Plurianual (PPA) é um instrumento legal de planejamento de médio prazo que por meio de diretrizes governamentais estabelecem programas, ações, objetivos e metas a serem alcançadas na cidade de Teresina no período de quatro anos, sua elaboração está prevista na constituição Federal de 1988 (art,165, § 1ªº). Tem como principal objetivo definir um norte para que seja possível realizar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei Orçamentária Anual (LOA) que tem como meta promover o bem-estar social da população.

A Secretária Executiva de Planejamento e Gestão, Kárita Allen, explica como funciona os encontros e o cronograma de ações. “Entramos em contato com várias instituições representativas do município e marcamos uma rodada de conversas para que possamos entender as necessidades que identificam em Teresina. As reuniões ocorrerão até o dia 25 de Junho com as demais secretarias e outras organizações ”, explicou.

Teresinense Participativo

O lançamento do site Teresinense Participativo (teresinenseparticipativo.pmt.pi.gov.br) ocorreu na última sexta-feira, dia 4 de Junho. Nele, é possível acolher as demandas dos cidadãos teresinenses na construção do Plano de Teresina para os próximos quatro anos da atual administração municipal.

Os eixos de trabalho estabelecidos são: mobilidade, segurança e saúde, educação, economia, meio ambiente e governo. Sendo assim, é possível selecionar até 3 demandas dentro do mesmo eixo ou em eixos diferentes. Dúvidas podem ser direcionadas para o e-mail: seplag.semplan@gmail.com. O site receberá as demandas da população até o dia 20 de Junho, sendo prorrogável por mais 10 dias.

O sistema permite apenas 1 participação por CPF ou CNPJ, é necessário selecionar o bairro e região para efetivar a solicitação e deixar mais transparente sua real necessidade.

 

Semana do meio ambiente tem arraiá e conscientização com crianças no Parque Lagoas do Norte

A pandemia não tem permitido que o Parque Lagoas do Norte realize os grandes eventos que ocorriam, como a festa junina, as competições esportivas e as colônias de férias. Mas, aos poucos, o ambiente aberto, ao ar livre, tem sido palco para ações simples mas de forte impacto na vida da comunidade. Nesta semana em que se comemora o meio ambiente, a equipe reuniu 28 crianças em dois dias e propôs diversas atividades e brincadeiras com o objetivo de incentivar a preservação da fauna e flora, o cuidado com o lixo e a compreensão da natureza.

No cineminha ambiental aliado ao mural do conhecimento, eles puderam aprender mais sobre o tratamento do lixo e o conceito construtivo sobre meio ambiente e a produção do lixo pela comunidade. Já na galeria de arte montada pelos pequenos, eles compreenderam mais sobre a natureza, através de desenhos e garatujas. Os jogos ensinaram sobre saúde ambiental. E a parte mais divertida, o Arraiá Ambiental, eles puderam se divertir aprendendo que juntos podem construir uma comunidade mais solidária e saudável para o meio ambiente.

“Tivemos dois dias de atividades voltadas para a educação ambiental, celebrando a semana do meio ambiente no nosso parque. Essas atividades são muito importantes porque a formação das crianças é que pode garantir, no futuro, uma comunidade mais preocupada com a qualidade do espaço em que vive, com a preservação. E eles se tornam multiplicadores em suas famílias, nas escolas”, afirma Márcia Alencar, educadora ambiental do Programa Lagoas do Norte.

Em cada dia de atividade, 14 crianças participaram. A equipa garantiu que todas as medidas sanitárias fossem adotadas para que as crianças pudessem brincar, se divertir e aprender com segurança.

Prefeitura lança site Teresinense Participativo para subsidiar o Plano Plurianual 2022-2025

A Prefeitura de Teresina reuniu nesta sexta-feira (5), seu secretariado para apresentação e lançamento do site Teresinense Participativo (teresinenseparticipativo.pmt.pi.gov.br), com o objetivo de subsidiar a participação popular na elaboração do Plano Plurianual (PPA) 2022-2025.

O site foi desenvolvido com o objetivo de acolher as demandas dos cidadãos teresinenses na construção do Plano de Teresina para os próximos quatro anos da atual administração municipal, visto que a participação dos diferentes atores políticos é essencial na criação de uma rede que informe, elabore, implemente e avalie as políticas públicas do município.

O trabalho de discussão para a elaboração das peças orçamentárias do município é coordenado pela Secretaria Municipal de Planejamento (Semplan), através da Secretaria Executiva de Planejamento e Gestão (Seplag). Já o desenvolvimento do site foi uma coordenação da Empresa Teresinense de Processamento de Dados (PRODATER).

A Secretária Executiva de Planejamento e Gestão, Kárita Allen, explicou como funcionará o recebimento de demandas no site Teresinense Participativo. “O PPA 2022-2025 está estruturado em 5 eixos, sendo assim os interessados poderão selecionar até três demandas dentro do mesmo eixo ou em eixos diferentes. O sistema permite apenas 1 participação por CPF ou CNPJ, com a seleção do bairro e região para o atendimento da demanda, assim será possível efetivar a solicitação e deixar mais transparente a real necessidade daquele eixo”, explicou.

Os eixos estabelecidos são: mobilidade, segurança e saúde, educação, economia, meio ambiente e governo. Durante o evento, o prefeito Dr Pessoa, reforçou a importância desse modelo adotado para o PPA. “Estou muito feliz com a estrutura montada para iniciarmos as discussões do Plano Plurianual. Temos aqui um espaço aberto para ouvirmos a população e fazer o que a nossa gestão tem como lema: ser integrada com o povo. São diretrizes que já estiveram no meu plano de governo e que serão discutidas e implantadas no município. Esse é o nosso desejo e os demais secretários também trabalham com este mesmo entendimento”, explicou o Prefeito.

“Essa é uma nova visão, uma nova maneira de administrar Teresina. A marca do nosso Prefeito é a relação direta com a população. Além da disponibilidade do site para o recebimento das demandas dos teresinenses, já temos uma agenda para discussão com cerca de 47 instituições. Queremos que o PPA seja um planejamento que se adeque às necessidades do município”, explicou João Henrique Sousa, Secretário Municipal de Planejamento.

O site receberá as demandas da população até o dia 20 de Junho, sendo prorrogável por mais 10 dias. As reuniões com as 47 instituições ocorrerão na primeira quinzena do mês de Julho. Dúvidas podem ser direcionadas para o e-mail: seplag.semplan@gmail.com.

Plano Plurianual

O Plano Plurianual (PPA) é um instrumento legal de planejamento de médio prazo que por meio de diretrizes governamentais estabelecem programas, ações, objetivos e metas a serem alcançadas na cidade de Teresina no período de quatro anos, sua elaboração está prevista na constituição Federal de 1988 (art,165, § 1ªº). Tem como principal objetivo definir um norte para que seja possível realizar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei Orçamentária Anual (LOA) que tem como meta promover o bem-estar social da população.

O Plano Plurianual tem dupla função, pois, de um lado representa a materialização de um programa de governo com um horizonte tático de (quatro anos), por outro lado também representa parte de um planejamento com horizonte estratégico para o município e para a sociedade.